terça-feira, 27 de março de 2012

Saudades do amor




Não te iludas! A verdade é que tens saudades do amor.
Querias tanto ouvir a sua voz, ainda que uma última vez!

Querias deveras, sentir a sua presença em ti,
mesmo que longínqua, inalcançável ou ilusória.


Olhar nos seus olhos, e dizer “AMO-TE”,

Deixares-te envolver nesse olhar … perder-te!
Sentir o toque da sua pele, quente e apelativa,
num arrepio contagiante que queres libertar.


Sentes tanta dor na saudade, que te doí sem doer!
A ausência dilacera a alma de quem ama!
Quanto não darias para tê-la por momentos?

Um ínfimo instante apenas, juntos … sós, num universo uno.


Urge, apaziguar a saudade … da tua alma!

João Salvador - 24-03-2011 




(Filme:
http://youtu.be/2U3-3y7E-N8)

1 comentário: