segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Paz espiritual


Buscas incessantemente a paz
Estás exausto; cansado; saturado
Queres refugiar-te em ti
Foges dum quadro deprimente

Procuras uma fonte de vida
Algo que te traga paz ao espirito
Envelhecido pelo tempo
Apunhalado pela incompreensão

Buscas um mundo só teu
Um paraíso terrestre de vida
Onde alcances o nirvana
Tão almejado pela alma

Pedes apenas um retiro
Não procuras o perdão
Queres um local de quietude
Queres viver em acalmia

Sentir o silêncio da alma
Escutar o teu ser
Viver um novo amanhecer
Renunciar ao sofrer!

Liberta-te dessas correntes,
Que te amordaçam e fustigam,
Que te consomem num fio de vida.

Apenas buscas a pacificação da alma
O descanso de ti próprio
Apenas isso. Procuras … a PAZ!

 

João Salvador – 01/11/2011

1 comentário:

  1. Olá, João!

    Para que realizemos nos intentos, temos que ter a paz dentro de nós. Às vezes não entendemos isso e buscamos refúgio, felicidade,alívio, esperanças... Sem paz tudo é em vão.
    Visite o blog lugaresdapalavra.blogspot.com.
    Abraço,
    Aureliano

    ResponderEliminar