sexta-feira, 13 de julho de 2012

Anjo caído



Irradiavas uma alegria contagiante
Eras uma explosão de vida
Uma estrela amiga
Que cessou de brilhar
Uma flor de vida
Que parou de brotar


A estrada fria e impiedosa
Não te perdoou
A vida te ceifou
A tua luz apagou


Resta-me a memória
Do teu belo sorriso
Uma amiga que perdi
Em tão injusto episódio da vida


João Salvador – 13/07/2012


Nota: Uma sentida homenagem a uma amiga (Lucília Afonso) falecida num acidente de viação no famigerado troço da IP4/A4 (paz à tua alma).

Sem comentários:

Enviar um comentário